Você está lendo...
Eleições Municipais 2012, Isso é o Brasil

Eleições Municipais: o que não serve para São Gonçalo serve para Itaboraí?


As eleições municipais deste ano trazem uma novidade inusitada, provocada pela perspectiva de muito dinheiro em caixa em razão dos bilionários investimentos no Comperj. Essa é a primeira vez na história da Cidade em que dois políticos de São Gonçalo são candidatos à Prefeitura de Itaboraí.

Vista aérea do Comperj em Itaboraí. Investimentos de US$ 8 bilhões fizeram crescer o olho de políticos de São Gonçalo. Mas é desse tipo de renovação que o município precisa? Será que eleitor itaboraiense vai se contentar com o que não serve para São Gonçalo?

Até então nada demais, se tais candidaturas pudessem representar uma verdadeira mudança, capaz que despejar do poder a oligarquia representada por Sérgio Soares, Cosme Salles e companhia, que há mais de 20 anos se sucede na Prefeitura Municipal, e que levou, por suas práticas espúrias, a cidade de Itaboraí ao segundo pior IDH da Região Metropolitana.

Entretanto, o que parece um sonho pode ser na verdade o pior dos pesadelos para os cidadãos itaboraienses.

O primeiro dos candidatos gonçalenses é o Dr. Márcio Panisset, irmão da atual prefeita Aparecida Panisset. Dr. Márcio foi Secretário de Infraestrutura, Urbanismo e Meio Ambiente e de Saúde no município vizinho  e sua passagem nestes órgãos foi marcada por sucessivas denúncias de corrupção e malversação de recursos públicos, havendo até mesmo uma gravação onde ele afirma receber 10% de propina dos fornecedores que vendem para a Prefeitura de São Gonçalo. O irmão da prefeita Aparecida ainda é alvo de ações civis públicas movidas pelo Ministério Público (TJ-RJ Comarca de São Gonçalo – Processo nº 0020762-45.2008.8.19.0004TJ-RJ Comarca de São Gonçalo – Processo nº 0033234-10.2010.8.19.0004) e pelo Ministério Público Eleitoral, por abuso de poder econômico, uso indevido de meio de comunicação social, por conduta vedada a agente público e captação ilícita de sufrágio, ou seja, compra de votos. (TRE-RJ – Processo nº 396685.2010.619.0000TRE-RJ – Processo nº 1821.2010.619.0135TRE-RJ – Processo nº 557943.2010.619.0000).

Matéria publicada no jornal “O Globo” de 15/07/2010 dá conta do resultado de tantas irregularidades: entre 2006 e 2010 o patrimônio do Dr. Márcio aumentou em 562% (veja a matéria no site do Transparência Brasil). É esse o tipo de político que desejamos ver ocupando a Prefeitura de Itaboraí? Não bastam os nossos próprios corruptos, que tanto mal já fizeram a esta cidade? Precisamos “importa-los” de São Gonçalo?

Outro  gonçalense que tenta o cargo de prefeito em Itaboraí é o deputado Altineu Cortes. Ainda que não pese sobre ele acusações como as que são atribuídas ao Dr. Márcio, o fato é que além do oportunismo de ser prefeito em um município que vai receber investimentos na ordem de U$ 8,4 bilhões, Altineu é uma figura em decadência em seu município de origem.

Foi eleito pela primeira vez em 2002 pelo PMDB do Sérgio Cabral, mas licenciou-se para assumir a Secretária da Infância e da Juventude. Em 2006 foi reeleito, desta vez pelo PR do casal Garotinho, obtendo 40.349 votos em São Gonçalo. Em 2008 foi candidato à Prefeitura de São Gonçalo, agora pelo PT, ficando num modesto terceiro lugar com pouco mais de 18% dos votos. Em 2010 foi eleito novamente deputado estadual, outra vez pelo PR, mas sua votação em São Gonçalo despencou assustadoramente: 16.486 votos (- 40%).

A análise deste histórico deixa claro o o descontentamento da população de São Gonçalo em relação à sua atuação parlamentar, que evidentemente não atendeu aos anseios de seus eleitores gonçalenses. Fica então a pergunta: o que não serve para São Gonçalo serve para Itaboraí?

Itaboraí foi berço de políticos e homens notáveis, como Joaquim José Rodrigues Torres, o visconde de Itaboraí, Alberto Torres, Joaquim Manuel de Macedo e João Caetano, entre outros. O itaboraiense, apesar de todos os problemas, tem orgulho de sua história, de sua cidade, e não vai se deixar seduzir pelo “canto da sereia” de políticos estrangeiros que estão interessados apenas naquilo que podem ganhar governando um município que passou a abrigar o maior empreendimento único da Petrobras e um dos maiores do mundo no setor.

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Estatísticas

  • 42,466 visitas
%d blogueiros gostam disto: